Município de Alenquer

Isabel Caetano de Freitas eleita nova Presidente da CPCJ de Castro Verde


22 de fevereiro 2021
Isabel Caetano de Freitas eleita nova Presidente da CPCJ de Castro Verde
Isabel Caetano de Freitas eleita nova Presidente da CPCJ de Castro Verde
Isabel Caetano de Freitas é a nova presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do concelho de Castro Verde para o mandato 2021-2024.

A eleição ocorreu no passado dia 9 de fevereiro em plenário da Comissão Alargada da CPCJ, onde têm assento representantes de 14 entidades locais.

Para a nova presidente da CPCJ de Castro Verde, este é um cargo que assume com dedicação e entrega, em prol dos mais vulneráveis.
“Foi-me confiada esta missão, que assumo com responsabilidade e plena consciência que é preciso muita dedicação e sentido de entrega. O facto de integrar esta equipa há três anos, permite-me ter consciência da delicadeza deste trabalho e desta realidade”.
Para este novo mandato, Isabel Caetano de Freitas assume que as prioridades de ação ainda estão a ser definidas, sendo, no entanto fundamental manter a sua proximidade junto dos munícipes e desenvolver ações que promovam a proteção das crianças e jovens em risco.

“É intenção desta equipa de trabalho manter o foco, por um lado, nos processos que estão instruídos na modalidade restrita, com os colegas e os técnicos que, por força da lei, fazem parte e representam as instituições obrigatórias. Por outro, é também intenção da equipa que integra a modalidade alargada, desenvolver ações para a promoção e proteção das crianças e jovens do nosso concelho. Queremos continuar a ser um concelho protetor das crianças e dos jovens, trabalhando em ações dinâmicas que conduzam à proteção daqueles que, por diversas razões, são os mais vulneráveis”.

No que respeita ao plano de ação, a nova presidente da CPCJ de Castro Verde revela que este está delineado e aprovado, mas que, devido ao surgimento da pandemia Covid-19, ainda não está a ser executado.

“Como linha orientadora temos um plano de ação delineado e aprovado, com atividades que, se não fosse esta situação de privação de contactos que o mundo atravessa, estaríamos já a pôr em ação. São basicamente ações de capacitação dos pais, para a parentalidade mais protetora, para tornar as crianças e jovens mais fortalecidos”.

Apesar de todas as restrições, a CPCJ de Castro Verde continua no terreno com o projeto “Mais Família”, iniciado o ano passado, direcionado às famílias.

“Posso dizer que, a par da atividade processual, temos em execução o projeto “Mais Família”, direcionado para as famílias que, por diversos motivos, recorrem a nós, para ajuda, ou que nós próprios detetamos no decorrer do acompanhamento que fazemos, dessa necessidade”, refere.